O curso é voltado para pessoas que trabalham na condução de grupos de visitantes e turistas em áreas naturais
ASCOM/SEPLAM





Foto: Secom/RR

 

O Departamento de Turismo da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento), em parceria com o curso de Turismo da UERR (Universidade Estadual de Roraima), realiza de 17 a 19 de maio o curso de "Condutor Local" para moradores do município de Amajari que trabalham com atividade turística, a fim de que ela aconteça de forma ordenada e sustentável.

A capacitação, que também recebe o apoio da Prefeitura do município, Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) e Makunaima Expedições, tem um total de 67 inscritos e possui a carga horária de 25h, divididas em aulas teóricas e práticas. Ao final, os participantes serão certificados pelo Detur e pelo curso de Turismo da UERR.

Durante os três dias, os alunos poderão acompanhar noções de primeiros socorros com a equipe do Corpo de Bombeiros e toda parte teórica da capacitação em condução local de visitantes e turistas em áreas naturais, com aplicação prática dos conhecimentos adquiridos pelas turismólogas da UERR, ValeskaDoric e Kais Brito, além do técnico do Detur, Enoque Raposo.

Conforme o diretor do Detur, Bruno Muniz de Brito, a turma do curso de condutores é formada por moradores do município que buscam a oportunidade de ampliar seu rol de conhecimentos, melhorar o currículo e contribuir para o desenvolvimento do segmento turístico naquela região.

“Nosso objetivo é capacitar pessoas que residem na região do Tepequém, um dos maiores pontos turísticos do nosso Estado, para que elas possam adquirir uma melhor experiência e que isso possa melhor auxiliá-las na hora de receber visitantes aos recursos turísticos com segurança, a exemplo das cachoeiras do Paiva, do Funil e da Barata, a trilha ecológica do Platô, enfim, todos os recursos que fazem parte do município“, destacou Bruno.

O diretor frisou ainda que, além agregar conhecimento, o curso também visa fomentar a prática sustentável e rentável do turismo de base comunitária.

Foram priorizadas as ações desenvolvidas nos eixos energia, regularização de terras e revitalização do Distrito Industrial
ASCOM/SEPLAM



O secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Marcos Jorge, falou sobre todo o planejamento que está sendo feito para atender as demandas do setor industrial de Roraima
Fotos: Neto Figueiredo/Secom

 

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Marcos Jorge de Lima, palestrou na quarta-feira, 8, na Fier (Federação das Indústrias do Estado de Roraima) para empresários integrantes do Conselho Temático de Economia Política Industrial e Competitividade da Federação.

A apresentação teve como objetivo explicar quais são os eixos prioritários do Governo do Estado de Roraima no sentido de viabilizar e incentivar a produção industrial nesse primeiro ano do governo. Hoje o Estado trabalha voltado para regularização de terras, questão energética e revitalização do distrito industrial.

Marcos Jorge expôs o planejamento do Governo de Roraima para o setor produtivo. “Eu entendo que esta reunião conjunta dos três conselhos que compõem a Fier foi uma excelente oportunidade de apresentar o planejamento do Governo do Estado de Roraima para o setor produtivo, de podermos falar de curto, médio e longo prazos sobre as ações que o governador Antonio Denarium está empreendendo por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento, para a melhoria do ambiente de negócios, para atração de investimento e para melhorar a infraestrutura no setor produtivo no estado de Roraima”, disse.

A coordenadora técnica da Fier, Karen Teller, destacou que os empresários estão buscando entender quais as medidas que estavam sendo adotadas para resolver problemas no setor e fomentar atividade industrial.

“O terceiro ponto apresentado pelo secretário que foi a revitalização do Distrito Industrial nos gera grande expectativa, pois temos em média 80 empresas instaladas no local e precisamos resolver questões como pavimentação, rede de esgoto, drenagem e energia e também temos problemas de segurança. Então esperamos com expectativa que o governo resolva problemas antigos do Distrito Industrial, que vem desdea década de 1980 e que carecem realmente de uma solução”, enfatizou.

O secretário elencou ainda durante a apresentação feita aos três conselhos que compõem a Federação, os potenciais de Roraima para a agroindústria principalmente com foco na cadeia produtiva do Estado de Roraima. “Isso demonstra que nós temos um olhar atento para atração de investimentos, mas também e principalmente, para aqueles empresários que já estão no dia-a-dia tocando as indústrias, o nosso setor produtivo, e assim possam continuar crescendo e desenvolvendo as suas atividades, gerando mais emprego e renda no estado de Roraima”, complementou.

O Departamento de Turismo realizou uma programação nesta quarta-feira, 08, para celebrar a data
FERNANDA AZEVEDO

 


O dia foi lembrado com palestra, exposição fotográfica e atividades de conscientização sobre o Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos.

Fotos: Secom/RR

 

Cercado por belezas naturais e formado por diversas culturas, Roraima está localizado ao extremo Norte do Brasil e dispõe de espaços favoráveis a uma das atividades econômicas que mais crescem e contribui para o desenvolvimento do Estado, o turismo. Ele é responsável pelo desenvolvimento dos municípios e geração de empregos formais.

As atividades diretamente ligadas ao turismo em Roraima criaram novos postos de trabalho com carteira assinada em janeiro de 2019, com o crescimento de 148%, segundo análise feita pela Fecomércio-RR (Federação do Comércio do Estado de Roraima) com base no estudo Empregabilidade no Turismo, produzido pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Nesta quarta-feira, 08, é celebrado o Dia nacional do Turismo e, para lembrar a data, o Detur (Departamento de Turismo) da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento de Desenvolvimento), reuniu estudantes, gestores, agentes, prestadores de serviços e secretários municipais de turismo, chamando a atenção para a realização do setor de forma responsável e consciente.

Dentre as atividades ofertadas o público, teve a palestra "Monitoramento do turismo em Roraima", ministrada por Bruno Muniz de Brito, diretor do Detur, que fez alusão direta ao tema da programação: “Ser turista é ser cidadão”.

“Nosso objetivo, em especial pela passagem da data em que comemoramos o Dia Nacional do Turismo, é sensibilizar a comunidade e as pessoas que visitam os atrativos turísticos do nosso Estado a entenderem a responsabilidade que é visitar esses espaços de maneira responsável, baseado nos princípios que estabelecem equilíbrio social e a justiça ambiental, tudo respaldado dentro dessas diretrizes que são bases lares para o desenvolvimento do setor. A cidadania começa pelo cidadão e é esse cidadão que visita os pontos turísticos que tem que zelar pelo respeito e pela preservação da natureza que nós temos aqui", destacou Bruno.

Além da palestra, o diretor também fez uma breve apresentação a respeito do calendário de eventos de Roraima e o mapa do turismo brasileiro.

A professora Luciana Vitório, que também é coordenadora do curso de Turismo do IFRR (Instituto Federal de Roraima), esteve presente na palestra e classificou o momento como muito proveitoso para a classe turística.

“Todos os parceiros que fazem a roda do turismo girar precisam estar informados do que está acontecendo, dos planejamentos, das ações que estão pensando para o futuro. O turismo tem suas facetas e, para que ele aconteça, precisa dessas parcerias estarem unidas. Precisam realmente de serem parceiros e não de coisas impostas, o Governo impor uma coisa e o mercado impor outra. Acho que isso tem que ser conversado e dialogado de uma forma plural, observando as características que cada um tem, as atuações e o papel de cada um. Então, esse momento, sem dúvida, foi de fundamental importância”, destacou a coordenadora.

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA - Como parte da programação, o Palácio da Cultura Nenê Macaggi foi palco para o lançamento da exposição fotográfica "Roraima, aves endêmicas e migratórias", acervo de Jorge Pavani e Marcelo Camacho. Pavani explicou que a exposição foi criada em alusão ao turismo de observação de aves.

“O Brasil é um país rico em aves. Ele tem 20% da população de aves do mundo e Roraima, desses 20% que tem no Brasil, 50% está aqui em nosso Estado. Nós fomos convidados a participar do Avistar, que é um grande evento de aves que acontece no Brasil agora no final do mês, e nós iremos representar Roraima. O lançamento hoje aqui no Palácio da Cultura, além de ser uma forma de homenagear o Dia do Turismo, é também um momento em que gostaríamos de apresentar as aves para a população de Roraima, para que elas se eduquem e cuidem também do nosso meio ambiente”, frisou.

A exposição fotográfica ficará aberta à visitação no hall de entrada do Palácio da Cultura, que está localizado no Centro de Boa Vista, em horário comercial, até o final de maio, em homenagem ao mês do Turismo.

Paralelo ao lançamento da exposição, o Detur também ofereceu até o final da tarde desta quarta-feira ações de conscientização sobre o Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos) e sua importância para a prática do turismo regular.

O Cadastur é um sistema de cadastros online para pessoas físicas e jurídicas que atuam o mercado de turismo. O programa foi desenvolvido pelo Ministério do Turismo, em parceria com órgãos regulamentadores, e passou a ser obrigatório a partir da Lei do Turismo.

Os dados do CAGED do mês de Março apontam para a retomada da atividade econômica no estado de Roraima.
ASCOM/SEPLAN

 

Secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Marcos Jorge de Lima, avaliou dados
Fotos: Secom-RR

 

Uma análise feita pela Coordenadoria Geral de Estudos Econômicos e Sociais da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), com base nos dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados pelo Ministério da Economia, mostra que em março deste ano foram criados 76 postos de trabalho com carteira assinada em Roraima, sendo o melhor resultado dos últimos 3 anos.

O setor de serviços foi o principal responsável pelo resultado positivo no mês passado, criando 167 novos empregos formais, a maior parte deles (132) no subsetor de serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação.

A indústria de transformação também continua gerando novas vagas de emprego. Esse foi o terceiro mês seguido de aumento nas contratações, onde foram criados 24 postos de trabalho. No acumulado do ano, a indústria de transformação foi a que mais empregou, com saldo positivo de 235 empregos formais.

As ocupações que mais ganharam postos de trabalho em março de 2019 foram: educador social (45), zelador (34) e emendador de cabos elétricos e telefônicos (33). Por outro lado, os profissionais que mais perderam postos foram: vendedor de comércio varejista (-22), operador de quadro de distribuição de energia elétrica (-22), servente de obras (-12) e trabalhador da cultura de arroz (-12).

No acumulado do ano, foram extintos 320 postos de trabalho, sendo que metade dos setores econômicos apresentou resultado negativo: construção civil (-508), comércio (-130), serviços industriais de utilidade pública (-107) e agropecuária (-20). Por outro lado, a indústria de transformação (235), serviços (199), administração pública (8) e indústria extrativa (3) registraram crescimento no mesmo período.

Conforme a avaliação do secretário de Planejamento, Marcos Jorge de Lima, os dados do CAGED do mês de março apontam para a retomada da atividade econômica no Estado de Roraima.

“Esse dado positivo, que é o melhor dos últimos três anos, demonstra claramente a retomada das contratações, o que é uma excelente notícia para o Dia do Trabalhador. Além de gerar novos empregos, estamos tendo a possibilidade, por meio da ação do Governo de Roraima, de antecipar o pagamento do servidor. Os servidores receberam dentro do mês e estão recebendo agora em dia”, destacou o secretário.

Marcos Jorge também pontuou que os indicadores de emprego continuarão sendo acompanhados com bastante cuidado, adotando ações para que na condição de indutor da economia o Estado possa seguir contribuindo para o crescimento do emprego formal e da atividade econômica.

Evento desta quarta-feira (20) é parte do Plano Nacional da Cultura Exportadora. Inscrições abertas

 

No dia 20 de junho, a partir das 14h30, acontecerá no auditório do SEBRAE, o seminário “O PNCE e o Ambiente das Exportações em Roraima”. O evento é promovido pelo Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), desenvolvido pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – MDIC.

A entrada é franca e o público-alvo são empresas e empreendedores que já exportam ou têm potencial para exportar, como acadêmicos, consultores, despachantes aduaneiros e representantes de instituições financeiras. As inscrições podem ser feitas pelo número 0800 570 0800 ou pelo link:

http://conteudo.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/rr/sebraeaz/plano-nacional-da-cultura-exportadora-pnce,6a2cd6d4760f3610VgnVCM1000004c00210aRCRD

O Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), desenvolvido pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – MDIC tem como objetivo aumentar o número de empresas que operam no comércio exterior, promovendo assim o crescimento das exportações de produtos com maior fator agregado. Para isto, o MDIC implantou o PNCE em todos os estados brasileiros, dando assim maior efetividade ao plano.

A programação terá início às 14h30 e será realizada no SEBRAE, localizado na Rua Governador Aquilino Mota Duarte, n.º 1771 – Bairro São Pedro (próximo à Maternidade).

Programação:

14:30 - Abertura

15h – Tema: O que é o PNCE e o seu Comitê Gestor Local? Como interage com a Sociedade? As ações do Projeto Rota Global. (FIER - Coordenação do PNCE/RR)

15h20 - Talk-show – Tema: O Comitê do PNCE  e os esforços para promover as Exportações

***Representantes do Sistema FAER; CoopApiaú; CoopHorta; Banco do Brasil; SEBRAE; FIER; Receita Federal; SEPLAN; MAPA e FIER.

16h – Tema: Informações a respeito dos incentivos existentes para às Exportações em         Roraima - Representante da SEPLAN.

16h30 – Tema: Resultados da ZPE - Prefeitura Municipal de Boa Vista.

17h – Tema: Abertura de novos mercados para a exportação (Palestrante: Evaldo da Silva Júnior – Diretor de Promoção Comercial – Cooperação Internacional de Investimento Estrangeiro.)

18h – Coffee  Break de Encerramento.

O Comitê do Plano Nacional da Cultura Exportadora é Coordenação Nacional: Ministério da Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) e tem coordenação Estadual pela Federação das Indústrias do Estado de Roraima e Vice-Coordenação Estadual daReceita Federal .

Os componentes são SEPLAN Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento  do Estado de Roraima,  SEBRAE, SISTEMA FAER/SENAR/SESCOOP/OCB, Banco do Brasil , SENAR, FAER,  CoopHorta, CooApiaú  e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA 

 Outras informações podem ser obtidas pela ASCOM/FIER: 4009-1874, e pelo4009-5378/5409.