Evento reuniu setor produtivo e marcou mais um avanço na regularização fundiária e pecuária 

Duas importantes conquistas do Governo do Estado foram anunciadas pela governadora Suely Campos na noite de segunda-feira, 4, durante evento no Parque de Exposições Dandãezinho, no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista.

A primeira delas foi a entrega de mais de 450 documentos de lotes rurais, entre títulos definitivos, autorização e termos de ocupação. A segunda foi apresentação do Certificado Internacional de Livre de Febre Aftosa com vacinação, concedido a Roraima pela Organização Mundial de Saúde Animal, durante a 86a Assembleia Anual, em Paris, na França, no dia 24 de maio.

Na entrega dos documentos de posse foram contemplados produtores dos municípios de Boa Vista, Alto Alegre, Cantá, Bonfim, Mucajaí, Iracema e Caracaraí. Suely Campos destacou o momento histórico da regularização fundiária em Roraima, em que o Estado conquistou a segurança jurídica das terras, com um Instituto de Terras fortalecido.

“Nunca na história o Estado de Roraima teve a segurança para investir nas suas terras, hoje tem. O Iteraima é referência para os Estado da Amazônia, tendo os seus procedimentos como referência para a regularização fundiária e o nosso título é legal, é verdadeiro”, enfatizou a governadora Suely Campos.

O produtor Ginaldo Pacheco, 80 anos, que atua na zona rural de Boa Vista, falou sobre os investimentos que ele fará com o documento em mãos. “Hoje para mim foi a maior felicidade. A gente tinha medo de investir e perder as terras, mas como hoje estou recebendo o meu documento, agora vou plantar, produzir, empregar umas quatro ou cinco pessoas no meu lote”, adiantou.

O presidente do Iteraima, Flamarion Portela, destacou que a regularização fundiária é uma das prioridades do governo Suely Campos, com foco no homem do campo e o desenvolvimento da produção rural. “A governadora sempre frisou que é esse processo de titularidade das terras que vai destravar a nossa economia. Ela tem apoiado o Iteraima, tanto que entregou esses documentos para os produtores rurais”, disse.

A produtora Maria Costa de Souza, 54 anos, do município de Bonfim falou da alegria de estar recebendo a autorização de ocupação. “Estou muito feliz, eu já estava pensando que não iria mais sair, mas graças a Deus saiu, e agora meu lote está valorizado, mas eu não vou vender, quero morar lá até morrer”, revelou dona Maria.

DESINTRUSADOS – Outro fato histórico foi a entrega de dois títulos definitivos para famílias desintrusadas da terra indígena Raposa Serra do Sol em 2009. As famílias foram reassentadas no município de Iracema, gleba Caracaraí, em uma área correspondente a 2.800 hectares de terra.

“São famílias que esperam há anos pelo reassentamento, que foram retiradas de suas propriedades e ainda não tinham sido reassentadas, estamos iniciando esse processo e vamos identificar novas áreas para que outras famílias possam ser contempladas”, disse Suely.

Roraima livre de aftosa com vacinação

Motivos para comemorar não faltaram. Durante o evento no Parque Dandãezinho, o presidente da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima) Gelb Platão, entregou nas mãos da governadora Suely Campos, o Certificado Internacional de Livre de Febre Aftosa com Vacinação.

“Essa conquista foi um marco histórico para Roraima. Isso é fruto do empenho e investimentos do Governo do Estado e determinação da governadora Suely, além da dedicação dos servidores da Aderr, da parceria com o produtor, que é quem vacina o rebanho e notifica, mantendo o cadastro atualizado”, pontuou Platão.

A governadora Suely Campos frisou que os investimentos para que isso se tornasse possível somam cerca de R$ 10 milhões. Ela lembrou que quando chegou ao Governo, nas primeiras reuniões que realizou com a participação da Aderr, os técnicos apresentaram o mapa do Brasil, predominantemente verde, representando áreas livre de aftosa com vacinação.

“Santa Catarina era o único estado em azul, pois já é livre da doença sem vacinação. Roraima, Amazonas e Amapá eram os únicos em amarelo, cor que representava o médio risco. Investimos muito para buscar o status de livre da febre aftosa com vacinação. Investimos em pessoal, na recuperação de nossos escritórios em todo o Interior do Estado. Proporcionamos estrutura para os nossos técnicos trabalharem, transporte, computadores, internet, e, tudo isso nos rendeu o reconhecimento internacional de área livre de aftosa com vacinação”, disse.

Ela destacou ainda a importância da conquista para Roraima. “Eu como neta e filha de pecuarista, sei a importância dessa conquista para o nosso Estado. A pecuária foi a nossa primeira economia, estava andando pra trás, a cada ano o rebanho diminuía. Não tinha investimento dos governos anteriores e agora tenho a alegria de dizer que no nosso governo o rebanho já cresceu 10%, pois os produtores estão acreditando cada vez mais nos investimentos que o nosso governo vem fazendo no setor produtivo. Fizemos as maiores e mais eficientes campanhas de vacinação. Chegamos a vacinar 99% do nosso rebanho, um percentual recorde em nosso Estado”, afirmou.

VEÍCULOS – Ainda durante o evento a governadora entregou nas mãos dos técnicos que atuam nas Casas do Produtor Rural dos municípios do Sul do Estado, as chaves de quatro pick-ups modelo L-200, resultado de um convênio na ordem de R$ 450 mil do programa Calha Norte.

O secretário da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Gilzimar Barbosa, afirmou que os veículos vão reforçar a estrutura já existente nestas localidades.

“Agora nossos técnicos terão mais um veículo para fazer as visitas aos produtores em suas propriedades e levar o serviço de Ater [Assistência Técnica e Extensão Rural]. Todo esse trabalho é muito importante para o desenvolvimento da agricultura familiar, que também faz parte do setor produtivo, uma das prioridades deste governo”, enfatizou Barbosa.