O Departamento de Turismo realizou uma programação nesta quarta-feira, 08, para celebrar a data
FERNANDA AZEVEDO

 


O dia foi lembrado com palestra, exposição fotográfica e atividades de conscientização sobre o Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos.

Fotos: Secom/RR

 

Cercado por belezas naturais e formado por diversas culturas, Roraima está localizado ao extremo Norte do Brasil e dispõe de espaços favoráveis a uma das atividades econômicas que mais crescem e contribui para o desenvolvimento do Estado, o turismo. Ele é responsável pelo desenvolvimento dos municípios e geração de empregos formais.

As atividades diretamente ligadas ao turismo em Roraima criaram novos postos de trabalho com carteira assinada em janeiro de 2019, com o crescimento de 148%, segundo análise feita pela Fecomércio-RR (Federação do Comércio do Estado de Roraima) com base no estudo Empregabilidade no Turismo, produzido pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Nesta quarta-feira, 08, é celebrado o Dia nacional do Turismo e, para lembrar a data, o Detur (Departamento de Turismo) da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento de Desenvolvimento), reuniu estudantes, gestores, agentes, prestadores de serviços e secretários municipais de turismo, chamando a atenção para a realização do setor de forma responsável e consciente.

Dentre as atividades ofertadas o público, teve a palestra "Monitoramento do turismo em Roraima", ministrada por Bruno Muniz de Brito, diretor do Detur, que fez alusão direta ao tema da programação: “Ser turista é ser cidadão”.

“Nosso objetivo, em especial pela passagem da data em que comemoramos o Dia Nacional do Turismo, é sensibilizar a comunidade e as pessoas que visitam os atrativos turísticos do nosso Estado a entenderem a responsabilidade que é visitar esses espaços de maneira responsável, baseado nos princípios que estabelecem equilíbrio social e a justiça ambiental, tudo respaldado dentro dessas diretrizes que são bases lares para o desenvolvimento do setor. A cidadania começa pelo cidadão e é esse cidadão que visita os pontos turísticos que tem que zelar pelo respeito e pela preservação da natureza que nós temos aqui", destacou Bruno.

Além da palestra, o diretor também fez uma breve apresentação a respeito do calendário de eventos de Roraima e o mapa do turismo brasileiro.

A professora Luciana Vitório, que também é coordenadora do curso de Turismo do IFRR (Instituto Federal de Roraima), esteve presente na palestra e classificou o momento como muito proveitoso para a classe turística.

“Todos os parceiros que fazem a roda do turismo girar precisam estar informados do que está acontecendo, dos planejamentos, das ações que estão pensando para o futuro. O turismo tem suas facetas e, para que ele aconteça, precisa dessas parcerias estarem unidas. Precisam realmente de serem parceiros e não de coisas impostas, o Governo impor uma coisa e o mercado impor outra. Acho que isso tem que ser conversado e dialogado de uma forma plural, observando as características que cada um tem, as atuações e o papel de cada um. Então, esse momento, sem dúvida, foi de fundamental importância”, destacou a coordenadora.

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA - Como parte da programação, o Palácio da Cultura Nenê Macaggi foi palco para o lançamento da exposição fotográfica "Roraima, aves endêmicas e migratórias", acervo de Jorge Pavani e Marcelo Camacho. Pavani explicou que a exposição foi criada em alusão ao turismo de observação de aves.

“O Brasil é um país rico em aves. Ele tem 20% da população de aves do mundo e Roraima, desses 20% que tem no Brasil, 50% está aqui em nosso Estado. Nós fomos convidados a participar do Avistar, que é um grande evento de aves que acontece no Brasil agora no final do mês, e nós iremos representar Roraima. O lançamento hoje aqui no Palácio da Cultura, além de ser uma forma de homenagear o Dia do Turismo, é também um momento em que gostaríamos de apresentar as aves para a população de Roraima, para que elas se eduquem e cuidem também do nosso meio ambiente”, frisou.

A exposição fotográfica ficará aberta à visitação no hall de entrada do Palácio da Cultura, que está localizado no Centro de Boa Vista, em horário comercial, até o final de maio, em homenagem ao mês do Turismo.

Paralelo ao lançamento da exposição, o Detur também ofereceu até o final da tarde desta quarta-feira ações de conscientização sobre o Cadastur (Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos) e sua importância para a prática do turismo regular.

O Cadastur é um sistema de cadastros online para pessoas físicas e jurídicas que atuam o mercado de turismo. O programa foi desenvolvido pelo Ministério do Turismo, em parceria com órgãos regulamentadores, e passou a ser obrigatório a partir da Lei do Turismo.