O curso é voltado para pessoas que trabalham na condução de grupos de visitantes e turistas em áreas naturais
ASCOM/SEPLAM





Foto: Secom/RR

 

O Departamento de Turismo da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento), em parceria com o curso de Turismo da UERR (Universidade Estadual de Roraima), realiza de 17 a 19 de maio o curso de "Condutor Local" para moradores do município de Amajari que trabalham com atividade turística, a fim de que ela aconteça de forma ordenada e sustentável.

A capacitação, que também recebe o apoio da Prefeitura do município, Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) e Makunaima Expedições, tem um total de 67 inscritos e possui a carga horária de 25h, divididas em aulas teóricas e práticas. Ao final, os participantes serão certificados pelo Detur e pelo curso de Turismo da UERR.

Durante os três dias, os alunos poderão acompanhar noções de primeiros socorros com a equipe do Corpo de Bombeiros e toda parte teórica da capacitação em condução local de visitantes e turistas em áreas naturais, com aplicação prática dos conhecimentos adquiridos pelas turismólogas da UERR, ValeskaDoric e Kais Brito, além do técnico do Detur, Enoque Raposo.

Conforme o diretor do Detur, Bruno Muniz de Brito, a turma do curso de condutores é formada por moradores do município que buscam a oportunidade de ampliar seu rol de conhecimentos, melhorar o currículo e contribuir para o desenvolvimento do segmento turístico naquela região.

“Nosso objetivo é capacitar pessoas que residem na região do Tepequém, um dos maiores pontos turísticos do nosso Estado, para que elas possam adquirir uma melhor experiência e que isso possa melhor auxiliá-las na hora de receber visitantes aos recursos turísticos com segurança, a exemplo das cachoeiras do Paiva, do Funil e da Barata, a trilha ecológica do Platô, enfim, todos os recursos que fazem parte do município“, destacou Bruno.

O diretor frisou ainda que, além agregar conhecimento, o curso também visa fomentar a prática sustentável e rentável do turismo de base comunitária.