Alteração vai contribuir para o interesse de oferta de mais voos para Roraima
BRUNA ALVES


Foto: Ederson Brito/Secom

 

O governador Antonio Denarium assinou este mês a alteração do Decreto 24.852-E, de 5 de março de 2018, que dispõe sobre a redução de base de cálculo do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), de 17% para 3%, nas operações internas com querosene de aviação.

Ele frisou que esta é mais uma ação do Governo do Estado para aumentar a integração do Brasil com outros Estados e países. “É uma conquista que com toda certeza trará desenvolvimento econômico e turístico para Roraima”, disse o governador.

Conforme explicou o diretor do Detur (Departamento de Turismo) da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), Bruno Muniz de Brito, o decreto vai proporcionar que as empresas aéreas que estão chegando no Brasil ou em operação possam ampliar as ofertas de voos para Roraima.

“Como Roraima vai se tornar um local onde o combustível é muito barato, vai compensar parar aqui para abastecer as aeronaves”, explicou, ao acrescentar que vai possibilitar também que as empresas que fazem voos internacionais também escolham Roraima como ponto de parada.

“Roraima tem uma localização favorável. Estamos muito próximos do Caribe, Estados Unidos e países da Europa, que são interesses nossos tanto em exportação de cargas quanto captação de turistas. É por conta deste contexto que estamos criando esta situação favorável. A partir disso, os voos serão ampliados e o Estado ganhará mais estrutura para escoar tanto os turistas quanto para atrair pessoas para a nossa região”, justificou o diretor.

 

ESTADO TURÍSTICO

Associação de agências aposta em redução no preço das passagens aéreas

O Estado de Roraima tem grande potencial para fomentação de turismo de passeio e de aventura, conforme pontuou a vice-presidente da Abav-RR (Associação Brasileira de Agências de Turismo em Roraima), Andressa Guilherme.

"O que dificulta a vinda de turistas para Roraima é o preço das passagens, que é muito caro, como também a distância já que voos para essa região têm várias escalas. E essas as pessoas têm interesse em conhecer Roraima e visitar o estado de forma sustentável, então essa alteração no decreto vai baratear o valor das passagens, o que vai viabilizar a vinda das pessoas para cá", exemplificou.

Ela acrescentou que com a vinda dos turistas, a partir do decreto, o turismo local seja ainda mais fomentado.

"Nosso objetivo principal é que Roraima se transforme em um Estado turístico, para ser a principal fonte de renda para quem vive aqui, tanto em turismo de passeio quanto de aventura", disse.