Foto: Divulgação

O vice-presidente da FIEAM (Federação das Indústrias do estado do Amazonas), Nelson Azevedo, recebeu na manhã do dia 6 de junho, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento de Roraima (RR) e ex-ministro do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), Marcos Jorge, para discutir ações conjuntas em defesa do Modelo Zona Franca de Manaus (ZFM). O encontrou também contou com a presença do superintendente da Suframa, Alfredo Menezes.

Como primeira ação conjunta com a FIEAM e a Suframa, o secretário já agendou encontro com o governador de Roraima, Antonio Denarium, nos dias 17 a 19, no qual irão apresentar, entre outros assuntos para os empresários e população, as pautas da Suframa e os benefícios existentes na região, como a Área de Livre Comércio, que aumenta as relações comerciais entre países, com a eliminação de tarifas e quotas na importação e exportação de bens e serviços.

“Precisamos nos unir e nos articular cada vez mais aqui o Norte, temos singularidades em relação a outras regiões do país, e precisamos mostrar o quanto somos importantes, juntamente por essas diferenças. É importante que mantenhamos esse elo de reuniões e de comunicação”, disse o secretário.

Nelson Azevedo explica que a FIEAM conta com apoio do Governo do Estado e da Suframa, para permanecer com os incentivos existentes na ZFM. “É sempre uma luta diária comprovar que necessitamos de incentivos diferenciados, contamos com nossos parlamentares para a manutenção dos benefícios e, assim, manter nossas empresas e, consequentemente, os empregos”, afirmou.

Entre outros assuntos, o secretário falou sobre o leilão para fornecimento de energia para Roraima realizado em 31 de maio, no qual a empresa Eneva, que detém o direito de explorar o campo de gás natural, Azulão, de Silves, habilitou empreendimento de gás natural, tornando-se o maior fornecedor da disputa, com 126 megawatts de potência, beneficiando assim o Amazonas.

FONTE: Sistema FIEAM.

Alteração vai contribuir para o interesse de oferta de mais voos para Roraima
BRUNA ALVES


Foto: Ederson Brito/Secom

 

O governador Antonio Denarium assinou este mês a alteração do Decreto 24.852-E, de 5 de março de 2018, que dispõe sobre a redução de base de cálculo do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), de 17% para 3%, nas operações internas com querosene de aviação.

Ele frisou que esta é mais uma ação do Governo do Estado para aumentar a integração do Brasil com outros Estados e países. “É uma conquista que com toda certeza trará desenvolvimento econômico e turístico para Roraima”, disse o governador.

Conforme explicou o diretor do Detur (Departamento de Turismo) da Seplan (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento), Bruno Muniz de Brito, o decreto vai proporcionar que as empresas aéreas que estão chegando no Brasil ou em operação possam ampliar as ofertas de voos para Roraima.

“Como Roraima vai se tornar um local onde o combustível é muito barato, vai compensar parar aqui para abastecer as aeronaves”, explicou, ao acrescentar que vai possibilitar também que as empresas que fazem voos internacionais também escolham Roraima como ponto de parada.

“Roraima tem uma localização favorável. Estamos muito próximos do Caribe, Estados Unidos e países da Europa, que são interesses nossos tanto em exportação de cargas quanto captação de turistas. É por conta deste contexto que estamos criando esta situação favorável. A partir disso, os voos serão ampliados e o Estado ganhará mais estrutura para escoar tanto os turistas quanto para atrair pessoas para a nossa região”, justificou o diretor.

 

ESTADO TURÍSTICO

Associação de agências aposta em redução no preço das passagens aéreas

O Estado de Roraima tem grande potencial para fomentação de turismo de passeio e de aventura, conforme pontuou a vice-presidente da Abav-RR (Associação Brasileira de Agências de Turismo em Roraima), Andressa Guilherme.

"O que dificulta a vinda de turistas para Roraima é o preço das passagens, que é muito caro, como também a distância já que voos para essa região têm várias escalas. E essas as pessoas têm interesse em conhecer Roraima e visitar o estado de forma sustentável, então essa alteração no decreto vai baratear o valor das passagens, o que vai viabilizar a vinda das pessoas para cá", exemplificou.

Ela acrescentou que com a vinda dos turistas, a partir do decreto, o turismo local seja ainda mais fomentado.

"Nosso objetivo principal é que Roraima se transforme em um Estado turístico, para ser a principal fonte de renda para quem vive aqui, tanto em turismo de passeio quanto de aventura", disse.

Programa que conta, inicialmente, com R$ 200 milhões, tem por objetivo acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade, gerar empregos e incrementar a competitividade em sete rotas turísticas estratégicas da macrorregião.


O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, faz anúncio do programa Investe Turismo — Foto: Laís Lis, G1

 

Dezoito municípios do Norte do país serão contemplados pelo programa Investe Turismo, desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur. A iniciativa vai levar um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para 12 regiões turísticas dos sete estados nortistas. A meta é unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de sete rotas turísticas estratégicas de toda a macrorregião.

Regiões como o Polo Amazônico (AM), Encantos do Jalapão (TO), Marajó e Alter do Chão (PA), Savana Amazônica e Extremo Norte (RR) e Gaujará-Mirim (RO) serão beneficiados pelos investimentos, que serão de R$ 200 milhões para todo o país. A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística das rotas selecionadas na região Norte.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a intenção do programa é desenvolver as vocações do turismo nas rotas contempladas, fazendo da indústria de Viagens um impulso econômico para toda a região. “O Norte do Brasil tem destinos que oferecem natureza exuberante, aventura em plena selva amazônica, cultura e gastronomia com sotaque e ingredientes indígenas, uma singularidade que precisa ganhar o mundo. É hora de converter nosso potencial turístico em negócios, empregos e renda” destaca o ministro.

Segundo o diretor-presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, o programa é uma excelente oportunidade para fortalecer o produto turístico Amazônia. “O Norte é a tradução de uma região singular no mundo pela sua cultura e a riqueza que a floresta representa. Oturismo é um dos segmentos da economia que tem na sustentabilidade um dos seus principais ativos e a Região Norte é o ícone desse valor. Este é um relevante diferencial para o mercado”, ressalta.

CONSULTE TAMBÉM: Investe Turismo é lançado com pacote de ações estratégicas para o setor.

Fonte: Ministério do Turismo.

Acompanhe a transmissão ao vivo a partir das 15h


Foto: Divulgação

 

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e o diretor-presidente do Sebrae, Carlos Melles, apresentam nesta terça-feira (28), às 15h, em Brasília, o mais novo resultado da parceria entre as instituições: o Programa Investe Turismo. A iniciativa tem como objetivo principal a convergência de ações e investimentos dos poderes público e privado para acelerar o desenvolvimento da atividade turística em todo o território nacional.

Serão divulgadas as primeiras 30 rotas turísticas selecionadas para receber o conjunto de ações de estímulo ao turismo e o Estado de Roraima está entre elas, com dois municípios impactados por um novo plano nacional de investimentos, estruturação e qualificação da oferta dos destinos, que são Boa Vista e Pacaraima. A ideia é que os projetos que serão implementados aumentem a qualidade e competitividade dos destinos selecionados.

ACOMPANHE A TRANSMISSÃO AO VIVO NO FACEBOOK

SERVIÇO:
Apresentação do Programa Investe Turismo
Data: 28/05/2019
Local: Auditório do subsolo dos ministérios de Minas e Energia e do Turismo, Esplanada dos Ministérios, Bloco U, Brasília (DF)
Horário: 15h

A cartilha é um apanhado de informações que vem sendo reunidas desde o ano passado, junto com várias lideranças indígenas do Estado
ASCOM/SEPLAN

 
Fotos: Secom/RR
O evento aconteceu na Videoteca do Palácio da Cultura Nenê Macaggi

 

A Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento), por meio do Detur (Departamento de Turismo), em parceria com o curso de Turismo da Uerr (Universidade Estadual de Roraima), lançou na última sexta-feira, 24, no auditório da Videoteca do Palácio da Cultura Nenê Macaggi, a cartilha denominada “Diretrizes para o Desenvolvimento do Turismo em Terras Indígenas de Roraima”.

Segundo o diretor do Detur e professor acadêmico da área, Bruno Muniz de Brito, a cartilha é um apanhado de informações que vem sendo elaborada desde o ano passado, junto com várias lideranças indígenas do Estado de Roraima. Ele lembrou a sua participação em eventos indígenas, onde teve a oportunidade de reunir-se com vários líderes, o que o possibilitou aplicar uma metodologia própria para formatar diretrizes sugeridas por representantes indígenas, com o intuito de viabilizar o turismo em terras indígenas.

“Essas diretrizes foram elaboradas e devem ser seguidas em função da necessidade, da especificidade e da temporalidade de cada comunidade. Elas foram desenvolvidas devido ao anseio e interesse dos líderes das comunidades em levar turismo para os seus territórios, mas dentro dos princípios constitucionais que regem a atualidade, com o conhecimento da Funai (Fundação Nacional do Índio) e das instâncias representativas, como o Ministério Público Federal e o Governo do Estado, por exemplo”, disse.

Bruno explicou ainda que através do protocolo de ação, que também será trabalhado dentro das diretrizes, o Detur vai orientar, apoiar e incentivar o turismo em terras indígenas. Essas medidas serão adotadas pelo departamento, mediante solicitação das lideranças indígenas das comunidades, a fim de que o turismo comece a ser planejado nessas terras. “Essa iniciativa irá convergir para o interesse das comunidades em criar um ambiente favorável ao desenvolvimento do turismo dentro daquilo que é sustentável: os princípios da economia, do meio ambiente, da cultura e do desenvolvimento social. A cartilha está formatada nesse sentido e será lançada junto com o protocolo de atuação. O intuito é fazer com que cada comunidade, orientada pelo Detur, possa receber visitantes e se preparar para o turismo, ampliando assim nosso rol de atrativos e recursos turísticos no Estado de Roraima”, destacou.