EMPREGOS
Geração de empregos formais em janeiro de 2017 é a melhor em 7 anos
Repórter: CGEES | Edição: Secom | Foto: CGEES

A geração de empregos formais em Roraima no mês de janeiro de 2017 obteve o melhor resultado desde 2011. É o que mostra a análise feita pela CGEES (Coordenadoria Geral de Estudos Econômicos e Sociais) da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento), com base nos dados do Caged (Cadastro Geral Empregados e Desempregados).

Em janeiro deste ano foram criados 258 novos postos de trabalho com carteira assinada no Estado, já no mesmo mês de 2016 houve mais trabalhadores demitidos do que contratados, gerando um saldo negativo de -84 postos de trabalho. O resultado positivo em 2017 acaba com uma sequencia de cinco anos consecutivos de queda no saldo de empregos para o mês de janeiro.

Roraima foi uma das nove unidades da federação que conseguiram contratar mais do que demitir. Quando comparado com os demais Estados da região Norte, Roraima foi o que mais criou novos postos de trabalho. Em todo o Brasil, foram extintos aproximadamente 41 mil postos de trabalho.

Todos os setores econômicos apresentaram saldo positivo em Roraima, com destaque para o setor de Serviços que gerou 109 novos postos de trabalho, graças ao bom desempenho do subsetor de alojamento e alimentação, que sozinho gerou 71 novos postos.

Em relação às funções ocupacionais que mais geraram novos postos de trabalho destacam-se: zelador, com 46 novos empregados; trabalhador de serviços de limpeza e conservação de áreas públicas com 38; e repositor de mercadorias com 27.

As funções ocupacionais que apresentaram as maiores retrações no saldo de empregos foram: vendedor de comercio varejista com -63 postos de trabalho; motorista de ônibus rodoviário com -14; e pedreiro com -13.

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, os dados apresentados pelo Caged estão sujeitos a alterações, em decorrência do acréscimo de informações dos lançamentos fora do prazo.